• 115

Histórico

Histórico do Saneamento em Caxias do Sul

Nas primeiras décadas da história de Caxias do Sul, a utilização de fontes públicas e a construção de poços em prédios públicos e privados foram a forma de atender a população. A apropriação da água em Caxias do Sul tem seus primeiros registros em 1893, quando o Código de Posturas Municipais delegou as fontes construídas e naturais ao abastecimento público, sendo de uso comum.

A partir de 1913, o saneamento da cidade passou a contar com o “serviço de remoção de materiais fecais”. Tratava-se da instalação de cubos – os “cabungos” – nas residências. Nesses eram despejados os dejetos humanos, sendo trocados e higienizados regularmente por uma empresa que prestava serviço à Intendência Municipal.


Caminhão utilizado no serviço de asseio público, para o recolhimento dos cabungos instalados nas latrinas das residências. Caxias do Sul – RS. Data: 1925. Autoria: Não identificada. Acervo: AHMJSA.

Os dois primeiros investimentos em captação e distribuição de água aconteceram nos anos de 1910. O primeiro, em 1914, foi a escavação de um poço de 9,5 metros de profundidade, capaz de armazenar 12 metros cúbicos de água e a instalação de um sistema hidráulico, ligado a este reservatório, para abastecer a Praça Dante Alighieri. Depois, entre 1919 e 1921, uma pequena hidráulica foi instalada a partir da captação da água de quatro vertentes localizadas nas terras de Antonio Giuriolo, atual Parque Getúlio Vargas. O sistema, que possuía seu reservatório na rua Borges de Medeiros, tinha sua água distribuída na zona central da cidade, ligado a 82 residências inicialmente, em uma rede de três quilômetros de extensão.

As quatro vertentes possuíam uma capacidade de abastecimento bastante limitada, tendo em vista que a cidade se tornava cada vez mais populosa. Assim, nos anos 1920, a administração do Intendente Municipal Major José Penna de Moraes (1912-1924) tratou de iniciar os estudos para a apropriação da água do arroio Dal Bó. 
Quando encerrada a administração de Penna de Moraes, o novo Intendente Municipal, Celeste Gobbato, tratou de assumir os estudos iniciados anos antes e, a partir de aí, efetivar a implantação de um novo sistema de captação, tratamento e distribuição de água. Em 1925, com o projeto pronto, a administração criou a “Caixa Municipal de Depósitos Populares da Intendência Municipal”, a partir da Lei n° 60, de 18 de outubro daquele ano, para arrecadar fundos para a construção da Hidráulica Municipal. 
A pedra fundamental da Hidráulica Municipal foi lançada em 14 de dezembro de 1925, e as obras iniciaram em 1926. O processo de construção do sistema durou até 1928, quando em 19 de novembro, com a obra inacabada, aconteceu a cerimônia de inauguração da Hidráulica Municipal Borges de Medeiros. Com a implementação da Hidráulica, da represa São Miguel e a rede de distribuição, começava a funcionar o Sistema Dal Bó. 

Início das obras de construção do primeiro reservatório da Hidráulica Borges de Medeiros. Caxias do Sul – RS. Data: 1927. Autoria: Não identificada. Acervo: AHMJSA.

Após um período de grande seca e com a utilização da represa em seu limite, em 1943 foi inaugurada a Barragem São Pedro, a fim de amenizar os problemas de racionamento. As ampliações continuaram. Entre 1947 e 1948 a estação de tratamento foi ampliada e se construiu a terceira barragem do Sistema, a Barragem São Pedro. Na primeira metade da década de 1950 a Represa São Miguel foi ampliada. Concluía-se, assim, o Complexo Dal Bó. 

A população de Caxias do Sul, que em 1940 era de 17.180 habitantes, aumentou para 32 mil em 1950. O serviço de abastecimento invariavelmente se tornou insuficiente. A situação parecia ter retornado àquela de 30 anos atrás. 

Em 1963, o Presidente da República, João Goulart, autorizou o Departamento Nacional de Obras de Saneamento (DNOS) a construir, em caráter de doação, a Barragem Maestra. Em contrapartida, o Município ficou encarregado da construção da estação de tratamento. Esta segunda, foi inaugurada em 1968 e recebeu o nome de Estação de Tratamento de Água Dr. Celeste Gobbato, em homenagem ao Intendente Municipal que 40 anos antes inaugurava o Sistema Dal Bó. A barragem ficou pronta em 1971, quando entrou em funcionamento pleno o Sistema Maestra.

Vista da ETA Celeste Gobbato. Caxias do Sul – RS. Data: 2015. Autoria: Andréia Copini. Acervo: AHMJSA.